O que é o KARMA?

 

Já teve a sensação de que a vida está a pagar-lhe com uma moeda injusta?

Quantas vezes já disse:

“ Mas eu só faço o bem, porque é que estas coisas me acontecem?”

Por vezes, é bem verdade que parece que só as coisas más entram na nossa vida e quando fazemos o bem, o que retorna é o vazio.

É verdade que há pessoas que levam uma vida negativa, que se aproveitam dos outros, que maltratam os outros e aparentemente conseguem tudo o que almejam.

O que se passa primeiramente é que os acontecimentos maus marcam-nos mais e são mais facilmente lembrados durante toda uma vida, quer queiramos quer não, mas em algum momento da nossa vida tivemos uma atitude menos boa. Podemos até nem ter essa consciência mas facto é que as Leis do Universo são perfeitas.

“Eu aprendi que quando se faz o mal, uma oportunidade para praticar o bem foi perdida, o karma encarrega-se de retornar todo mal e sofrimento que causámos no coração da outra pessoa, devolve as nossas acções de forma a causar danos marcantes. “
-Marwan-

Existem Leis no Universo e elas estão sempre certas quer queiramos ou achemos justo ou não.

Tudo o que fazemos seja bom ou mau tem retorno, faz eco no Universo e a lei do retorno é implacável demore o tempo que demorar.

Toda a acção tem consequência, cabe a nós, escolher que tipo de consequência queremos trazer para a nossa vida.

A palavra Karma significa fazer, acção.
Karma abrange todo o tipo de acções físicas, verbais e mentais.

É algo que é feito, é uma fracção de energia que se solta de nós, podendo ser positiva ou negativa.

O resultado dessas acções regressa para nós não em forma dos actos em si, mas na forma dessa energia positiva ou negativa.
É precisamente por esta razão que, quando magoamos alguém não estamos cientes da magnitude da dor que causamos, até sofrermos na mesma posição.

Na maioria das vezes não nos apercebemos desse envio e retorno de energias, pois cada um de nós tem maneiras diferentes de as receber e interpretar ou fazer analogias relativamente ao dito Karma.

Dizemos: Isto é o karma, ou que karma este que tenho.                                               Ele devolve o que se faz e pensa com juros.

A lei de causa e efeito entre outras coisas, ensina-nos que custa mais receber o efeito do que criar a causa.

Quando tomamos uma decisão em que outras pessoas estão envolvidas, as consequências podem ser terríveis.

Por exemplo, uma relação em que fomos infiéis, quem comete a infidelidade apenas irá entender o sofrimento causado, sofrendo na pele a infidelidade do seu parceiro(a).

No entanto, esta lei também é usada para o karma positivo, mas muitas vezes não nos damos conta.

Se se preocupar com as consequências das suas acções, e tentar fazer com que o mundo das pessoas que nos rodeiam seja mais feliz, resultará numa aura positiva que retornará a si noutras formas de alegria.

Todas as coisas que saem de si voltam para si, por isso não precisa de se preocupar com o que vai receber, é melhor preocupar-se com o que dá.

Nesse sentido, no karma está inerente a frase: “ faz o bem sem olhar a quem”.

Há que ter em conta que no resultado das nossas decisões podem estar em jogo as emoções dos outros.

Construir e construir-se:
O conceito de karma ajuda-nos a construir o nosso futuro e a construirmo-nos por dentro, porque o que fazemos agora, pode criar as circunstâncias que teremos de enfrentar no futuro.

O mais frequente é colhermos o que semeamos, com mais ou menos justiça.

Por estas razões, damos uma maior importância ao que acontece connosco, entrelaçam-se factos uns com os outros, porque tudo parece estar ligado por fios que se manifestam sob a forma de emoções.

Boa energia levará a outra boa e o inverso. Um destino que nem sempre se cumpre, mas este pensamento serve para nos lembrar que nas nossas emoções estão também as pessoas que nos amam.

Vamos criar bom Karma?

 

Um comentário em “O que é o KARMA?”

  1. Nossa! Excelente matéria. Uma das mais completas e elucidativa qu já encontrei. Mt bom mesmo !!!!……

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *